O livro é extremamente interessante porque consegue tratar temas sérios como é o caso dos problemas básicos da saúde pelos quais a população local passava (falta de acessos, de médicos e de assistência hospitalar), a guerra colonial e a sociedade e vida política da época, ao mesmo tempo que nos conta uma história apaixonante, focada no personagem principal e nas suas escolhas de vida. Os capítulos iniciais retratam a infância de José Branco ao mesmo tempo que nos narram um país fechado para o mundo, onde a Coca-Cola não era permitida e onde ouvir notícias do estrangeiro tinha de ser feito em segredo. Lentamente o livro vai evoluindo para temas mais pesados: a questão médica e o papel que José Branco teve na Fundação do Serviço Médico Aéreo de Moçambique, e depois, mesmo no final, um dos maiores segredos da guerra colonial, "narrado" pelo sobrinho do personagem principal.


É um ótimo livro. Uma leitura que eu recomendo sem qualquer dúvida. Facilmente nos encantamos com Moçambique e nos identificamos com o sofrimento, com a luta e a revolta daquelas personagens. É um livro que nos faz pensar sobre um período da nossa história que marcou muitas pessoas e que ainda hoje marca como é o caso de ex-soldados que sofrem de stress pós-traumático.

 

Título: “O Anjo Branco”
Autor: José Rodrigues dos Santos
Editora: Gradiva
Modo/género literário: Narrativo/Romance

 

Sugestão de leitura da aluna Luana Martins.