Sarau Literário “Cheios de Vazio” no CIC a Distância – 22/03/2021

Prof.ª Paula Oliveira com os alunos do 11.º AJD
23/03/2021

No dia 22 de março, pelas 21h00, via plataforma “Microsoft Teams”, realizou-se o Sarau Literário intitulado “Cheios de Vazio” com a leitura de textos originais dos alunos sobre a temática da escravatura, declamação de poemas, momentos musicais e de dança que deixou quem assistiu remotamente surpreendido e agradado pelo (des)empenho dos alunos. Foram momentos lúdico-culturais, propiciadores de reflexão, verdadeiramente humanistas.

 

Desafio 1: Sarau literário “Cheios do Vazio”
Domínio de Autonomia Curricular (DAC)
Tema: Um Olhar sobre o SER (des)Humano

 

Efetivamente, no âmbito de uma formação de curta duração – Metodologias ativas e inovadoras na promoção da qualidade das aprendizagens – que a professora Paula Oliveira está a realizar no Centro de Formação de Associação de Escolas Gaia Nascente, ministrada pela Professora  Sónia Moreira, galardoada em 2020 com o  prémio do Global Teacher Prize Portugal atribuído à melhor professora de Portugal, os alunos do décimo primeiro ano, do Curso de Assessoria Jurídica e Documentação (11.º AJ), bem como alguns dos seus professores foram desafiados a “construir” um Domínio de Autonomia Curricular (DAC).


Não se tratando de um projeto de uma disciplina do nosso plano de estudos, foi necessário apelar para a confluência de “áreas de trabalho interdisciplinar e ou de articulação curricular, desenvolvidas a partir da matriz curricular-base de uma oferta educativa e formativa, que tem por referência os documentos curriculares, em resultado do exercício de autonomia e flexibilidade” – alínea e) do artigo 3.º do Decreto-Lei 55/2018, de 6 de julho.


Foi no âmbito desta autonomia libertadora e incentivada numa escola de Futuro com Valor(es) que esta opção curricular, que melhor materializa as finalidades do currículo, se idealizou sob o lema “Um Olhar sobre o Ser (des)Humano”.


Convocaram-se para um único trabalho, desdobrado em vários momentos, diferentes oportunidades de aprendizagem, utilizando metodologias ativas e inovadoras que permitiram, pelo olhar  das disciplinas de Português, História A, História e Cultura das Artes, Técnicas Documentais, Documentação e Legislação e SER+, transportar o passado da escravatura para o presente da exploração e do tráfico de seres humanos, e assim promover vivências educativas facilitadoras do desenvolvimento de competências de que se destacaram a pesquisa, seguida de  reflexão crítica, a autonomia e proficiência nas formas de expressão e o relacionamento interpessoal que potenciou uma maior partilha, valorizando o trabalho cooperativo e o contributo de todos e respeitando o ritmo de cada um dos intervenientes, através da  incorporação de talentos e características diferentes.


Cheios do Vazio” foi o título dado ao primeiro exercício de cidadania de futuro mais ativa e comprometida, concretizado a partir disciplina de Português, sob a orientação da professora Lígia Campos.


O ensino a distância, de facto, limitou algumas das nossas atividades, mas, por outro lado, colocou-nos à prova lembrando-nos de que crescer com Claret é não deixar que a máscara se transforme em mordaça ou venda, que o confinamento nos impeça de pensar e denunciar ou agir.


Cheios do Vazio” foi, por isso, um grito de revolta, pela expressão falada, cantada ou dançada, que nos convocou para o segundo desafio – trabalhar a arma da Empatia – neste ano que, entre outras efemérides, celebra, sob o auspício da ONU, a Eliminação do Trabalho Infantil.


Deixamos o nosso agradecimento pela participação e presença no Sarau Literário, mas também o convite para acompanharem as restantes dinâmicas, que serão partilhadas de casa para a nossa casa CIC.


Pode assistir aqui à gravação do Sarau


 Prof.ª Paula Oliveira com os alunos do 11.º AJD